Cristã de 16 anos passa seu segundo aniversário em cativeiro do Boko Haram


Lea Sharibu foi uma das meninas sequestradas em 2018 pelo Boko Haram

Lea Sharibu passou seu segundo aniversario seguido em um cativeiro do Boko Haram. Ela foi capturada em fevereiro de 2018, quando tinha apenas 14 anos de idade, na cidade de Dapchi junto com outras 109 meninas. Segundo informações do International Christian Concern, após um mês do sequestro o grupo terrorista libertou 104 das meninas que haviam sobrevivido, mantendo apenas Leah que era a única cristã do grupo e recusou-se a negar sua fé em Cristo.

Mesmo após passar seu segundo aniversário seguido como cativa o governo da Nigéria parece ter esquecido de Leah e sua família, pois ainda não demonstraram nem um interesse ou plano para que ela seja liberta. Segundo o site Persecution tudo o que eles fizeram até hoje foi visitar e ligar para a família de Leah apenas uma vez.

Leah Sharibu tem virado um símbolo de fé e martírio para muitas pessoas ao redor do mundo, e ainda não se sabe o porquê o governo da Nigéria tem demonstrado despreocupado com o caso.

Comentários