Policiais invadem igreja e interrompem batismo na Turquia


Os membros da igreja estão fazendo uma petição para poder a abrir novamente.

A policia turca interrompeu um culto batismal na cidade de Bolu durante uma operação em uma igreja composta por cristãos iranianos que buscam por asilo. Segundo o site Persecution o ocorrido foi verificado pela mídia da Associação das Igrejas Protestantes na Turquia Hristiyan Haber no dia 28 de maio.



Segundo informações a policia local da cidade de Bolu invadiu a igreja, pois ela não tinha autorização para funcionar, mas eles permitiram que a cerimônia fosse completada antes de fechar a igreja. Os cristãos iranianos estão com uma petição para que as autoridades abram novamente a igreja, mas nem um progresso foi feito até o momento.

A Turquia não tem um processo para a legalização de igrejas. Muitas delas são forçadas a se registrarem como fundações ou associações, e a maioria não consegue a permissão para abrir ponto de culto. Por essa razão muitas igrejas são forçadas a cultuarem em apartamentos.

Denuncias de cristãos sendo assediados e intimidados por policiais que monitoram suas igrejas são comuns na Turquia.

Comentários