Igreja Evangélica na Etiópia tem 30 dias para deixar comunidade que está estabelecida há 10 anos


Mesmo com quase 60% da população cristã o país ocupa a posição 28° no ranking de países que mais perseguem cristãos.

Uma igreja protestante na Etiópia foi demandada a deixar a comunidade que ela está estabelecida há 10 anos. De acordo com as autoridades local, muitas denuncias foram feitas contra igreja pelo fato da igreja fazer muito barulho. Segundo o International Christian Concern fontes próximas a igreja e ao pastor local a demanda foi feita por causa do preconceito que existe contra igrejas protestantes na Etiópia.

As autoridades locais deram a igreja 30 dias para evacuar o local e apesar de varias reuniões eles se recusaram a mudar a decisão tomada; A igreja, Mekane Yesus Evangelical Church, está situada na cidade de Robe a 400 km da capital.

A maioria dos cristãos na Etiopia pode cultuar livremente, pois o país é majoritariamente cristão, porém cristãos evangélicos enfrentam pressões do governo, de mulçumanos residentes em áreas que eles são a maioria e até mesmo da Igreja Ortodoxa. Somente no mês de fevereiro 13 igrejas foram atacadas no país.

Você tem o chamado para pregar a palavra de Deus?
Se sua resposta é sim então clique no botão abaixo!


Comentários