Missionário nigeriano recebe quase 12 mil reais por ser preso injustamente pela polícia de Londres



Oluwole Ilesanmi se mudou em 2010 para o Reino Unido como míssionario.

Segundo o Daily Mail a Scotland Yard (sede da policia metropolitana de Londres) concordou em pagar 2500 libras, cerca de 11600 reais, para um pregador de rua que foi preso em Londres enquanto pregava na entrada da estação de metrô Southgate que fica ao norte de Londres.  

O pregador nigeriano de 64 anos Oluwole Ilesanmi,  foi acusado de propagar discurso de ódio e islamofobia. Ilesanmi admiti que descreveu o islamismo como uma ‘aberração’, mas que ele simplesmente estava expressando seu ponto de vista como cristão e não denegrindo mulçumanos.  



Um vídeo publicado na internet mostra os policiais que abordaram Ilesanmi declarar que ele estava ‘perturbando a paz’ e que ninguém queria ouvir o que ele estava pregando. O vídeo também mostra que logo após ser algemado Ilesanmi pede para que não tomem sua Bíblia e um dos policiais responde que ele “deveria ter pensado nisso antes de ser racista”.


Segundo reportagens o pregador foi levado pela policia à quilômetros de distancia de onde estava e solto na rua sem nenhum dinheiro para poder voltar para casa.

“Eu estava chateado que eles tomaram minha Bíblia. Eles simplesmente a jogaram no carro. Eles nunca teriam feito isso com o Corão. O que aconteceu com o direito de liberdade de expressão?” declarou Ilesanmi.

A pessoa que gravou o ocorrido Ambrosine Shitrit, afirmou que o pregador em nenhum momento foi preconceituoso com os mulçumanos, mas que um homem mulçumano que estava debatendo com Ilesanmi estava sendo agressivo e que se ela não estivesse filmando ele provavelmente iria atacar o pregador.

A Scotland Yard pagou o valor de 2500 libras por prisão injusta e tratamento humilhante e angustiante.

O seminário sobre vida sentimental que está impactando vidas por todo o Brasil está disponibilizado online.
Conheça o Seminário do Olhar ao Altar!

Comentários

Postar um comentário