Nove cristãos são presos no Irã por "agirem contra segurança nacional"


Mesmo em meio às perseguições o numero de cristãos no Irã está crescendo.

Nove iranianos receberam a sentença de cinco anos de prisão cada por “agir contra segurança nacional” do Irã.

Segundo o Open Doors UK o veredito foi dado no ultimo dia 13 de outubro, após uma breve seção no fim de setembro. Os nove iranianos são todos ex-mulçumanos convertidos ao cristianismo e membros da ‘Igreja do Irã” que é uma igreja unitariana.



Os nomes dos cristãos são Hagnejad, Khalil Dehkanpour, Hossein Kadivar, Kamal Naamanian, Mohammed Vafada, Shahrooz Eslamdous, Babak Hosseinzadeh, Mehdi Khatibi e Behnam Akhalaghi. Eles foram presos no norte da cidade de Rasht entre janeiro e fevereiro.

Três deles estavam liderando igrejas nos lares, pois o pastor local Youcef Nadarkhani foi sentenciado a 10 anos de prisão em 2017. Os membros da igreja compareceram diante dos juízes em julho e lá eles foram ouviram que a Bíblia é um livro “fabricado” e que eles estavam “promovendo o sionismo”.

 O Irã atualmente é considerado o nono pais que mais persegue cristãos no mundo.

Não perca a chance de conhecer sua Bíblia de capa a capa!

Comentários