Cristãos são permitidos marcharem para Jesus no Sudão

Os sudaneses finalmente puderam marchar para Cristo e celebrar o seu nascimento nas ruas locais no dia 23 de dezembro.

No dia 23 de dezembro, cristãos sudaneses celebraram a marcha para Jesus, um evento tradicional local, que por anos durante o governo do ditador Omar al-Bashir  foi suspenso e ameaçado. 

Durante os quase 30 anos no poder o ditador foi amplamente criticado por sua perseguição contra minorias religiosas no país e após sua queda em abril de 2019 os cristãos puderam marchar para Jesus cantando hinos e louvando ao Senhor.

A marcha foi promovida pela Igreja Evangélica Bahri e um dos presbíteros locais afirmou que isso foi uma expressão da liberdade religiosa, e que eles podem viver suas vidas com facilidade. Durante o evento os cristãos puderam vestir camisas escritas “I Love Jesus” , cantar Aleluia e dizer versículos bíblicos pelas ruas locais. Também essa foi a primeira vez em anos que os sudaneses cristãos puderam celebrar o nascimento de Jesus durante a temporada natalina no país em paz.




Omar al-Bashir assumiu o controle do país em 1989 e liderou um golpe de estado que derrubou o primeiro ministro Sadiq al-Mahdi. 

Não perca a chance de conhecer sua Bíblia de capa a capa!

Comentários