PASTOR É FORÇADO A NÃO REALIZAR MAIS CULTOS NO NORTE DA ÍNDIA

 

Cristãos indianos sofrem ataques horrendos por causa da fé. Anualmente milhares de ataques são realizados contra cristãos no país.

Após ser assediado por extremistas hindus um pastor foi coagido pela polícia a parar de realizar cultos em sua casa após um policial ameaçar seu filho com falsas acusações.

De acordo com o Morning Star News, o pastor afirmou que ele foi forçado a isso somente aconteceu após seu filho de 19 anos, Pawan Kumar, pedir para hindus, que estavam sob efeito de entorpecentes, pararem de gritar comentários depreciativos sobre o cristianismo em frente de sua casa na vila de Tarkulwa, norte da Índia.

O Pastor Sugriv ainda informou que eles foram obrigados pelos policiais a assinarem um documento dizendo que eles não irão conduzir orações em sua casa e que não vão mais pregar o evangelho para ninguém. “Eu fui forçado a assinar isso. Que tipo de justiça é essa?” afirmou o Pastor.

Comentários